Qual o Seu Limite?

Postado em: 04 de dezembro de 2013 às 08:47

limitesSempre sou abordada por pais que me perguntam como impor limites ao seu filho. Se a criança está próximo, instantaneamente olho para ela e com a mesma velocidade a mãe complementa: “não aguento mais, estou cansada!”

É assim mesmo, EDUCAR CANSA!! Mas vale muito à pena. É gratificante! E impor limites, nada mais é do que educar. Educar é o processo de ensinar e aprender. No caso você, pai ou mãe, ensinar quem tem o controle da situação e o filho de aprender isso.

Você sabe qual seu papel de pai/mãe? Quem dá as ordens na sua casa? Quem define o passeio ou o prato do jantar? Espero que as respostas tenham sido EU, se você for pai ou mãe. Caso contrário você também não sabe seu limite. Pai e mãe mandam, filho obedece! É duro? Mas é a realidade. Criança necessita de controle, de interdição, de acompanhamento, para que ela possa processar conceitos de permitido e proibido, certo e errado, construir raciocínios, formar laços. Tudo isso só será estabelecido no seu comportamento e na sua formação através do afeto. E no afeto também está contido a punição, um não. É incorreto pensar que se é boa mãe ou pai se você só diz SIM, o sim não cansa. Mas o NÃO exige muito mais, exige segurança, auto confiança, energia e muito amor.

Mesmo que você passe o dia fora trabalhando e a saudade pelo seu filho esteja enorme e ele mereça ser corrigido, faça-o. Inconscientemente ele saberá que é tão importante pra você, ao ponto de você, mesmo sem forças, gastar tempo e energia corrigindo-o. Mesmo que seja necessário ele passar o dia na escola, cheia de regras, e ainda aprontar em casa, você tem que agir, de forma a deixar claro que você estabelece as regras da sua casa e essas regras são porque você o ama. As crianças diariamente “testam” nossos limites, porque elas estão nos observando, pra checar se cumprimos com o que dizemos, formando seu conceito a nosso respeito e avaliando se deve ou não introjetar como “lei” o que antes foi passado. É como se elas estivessem avaliando seus pais, checando se eles realmente podem ser seguidos, se haverá cobrança da lei que foi estabelecida nesta família. Pais e mães devem estar em lugares altos no pódio do filho e essa classificação se dá através da jornada diária de ensinamentos e acompanhamentos.

8-limites

Desejo que você tenha uma boa trajetória de pai e mãe, reconheça seu papel e os limites de seu filho e mais ainda, ame-o tanto que somente isto baste para que a cada novo dia suas forças sejam renovadas e sua missão seja cumprida com firmeza…e amor.

Kardia

 

 

  By Kardia Lacerda

  Psicóloga clínica, formação em Gestalt terapia.